Wednesday, September 24, 2008

Amigos

Meu melhor amigo brasileiro aqui no Canadá recebeu a visita dos pais, e um dos últimos conselhos antes de voltarem foi: "Tome cuidado com os brasileiros que moram fora do país". Curioso como é a visão em relação ao nosso próprio povo...

Infelizmente, em muitos casos não posso discordar completamente dela. O fato de ser brasileiro em muitos casos não é o bastante para as pessoas se darem bem. Sim, todos somos imigrantes, mas de lugares, formação e opiniões diferentes.

Já comentei como em uma comunidade pequena as qualidades e os defeitos se intensificam. Muitos têm a necessidade de afirmar o tempo todo "como se deram bem" no Canadá, e como estão melhor adaptados que seus conterrâneos. Outros só falam com brasileiros que estão no Canadá há mais de "x" anos, pois consideram os "novatos" fogo de palha, não foram "pioneiros" como eles foram. A imigração mexe muito com o lado psicológico, e o sentimento de solidão, desajuste à nova sociedade, insatisfações e necessidade de afirmação são facilmente observados em algumas pessoas, principalmente naquelas em que o perfil psicológico não é favorável à mudanças e à imigração.

Principalmente no início, é muito mais fácil e cômodo se relacionar com brasileiros. Mas esteja aberto, e se esforce para fazer amigos de qualquer origem. Além de enriquecer seu convívio e sua cultura, em muitos casos você vai fazer amigos mais sinceros e dispostos a ajudar do que os próprios brasileiros. Tivemos a sorte de conhecer um casal brasileiro que têm tudo a ver conosco, e hoje faz parte da nossa família canadense, além de pelo menos duas famílias brasileiras a quem podemos chamar realmente de amigos. Mas muitos mal-entendidos, fofocas, antipatias até, passaram (e passam) por nós, dentro da "colônia" brasileira. São todos "do mal"? Não, absolutamente. Mas as pessoas são diferentes, e cada um reage de forma diferente à imigração, às dificuldades e às conquistas. Não se sinta obrigado a se dar bem com todos. A cultura brasileira é mais aberta, e amistosa? Sim, mas também é mais "falsa", onde você cumprimenta alguém em uma festa, conversa, e quando a pessoa vira as costas, as duas partes saem criticando a outra. Neste ponto, estamos aprendendo um pouco com os canadenses. Sim, são diferentes nas relações sociais (às vezes é visto como frieza), mas são mais sinceros também.

Meus pais imigraram da China para o Brasil há mais de 50 anos, e sempre achei curioso como eles e os amigos chineses se relacionavam. Hoje, entendo perfeitamente.

10 comments:

Mauricio said...
This comment has been removed by the author.
Maria said...

Olá,
Li este post e, sinceramente, achei um tanto quanto preconceituoso...
É uma pena ver que ainda tem gente que acredita que qualidade/defeito é algo inerente a uma determinada nacionalidade.
Desculpe-me o desabafo.
Maria

Peter e Susy said...

Maria,

Desculpe, mas acho que você não entendeu meu post. Em nenhum momento afirmei que o brasileiro é pior ou melhor do que qualquer nacionalidade. Meu ponto é que a imigração afeta as pessoas, e falo da colônia brasileira porque é a que tive mais contato. Tenho certeza que a mesma coisa acontece com muitos outros imigrantes independente da origem.
Espero ter esclarecido. Não acho que ninguém ou nenhuma nacionalidade é melhor que outras. Pessoas boas e ruins existem em qualquer lugar.

Daniela said...

Oi Pessoal,

Estou no processo de imgração e adicionei vcs no nosso blog para acompanharmos as novidades pois iremos pra Vancouver tb.
Os preconceitos existem em qq lugar do mundo e nós temos que aprender alidar com as dificieis situações que a vida nos apresenta.
O mais importante é não mudarmos nossa conduta do bem e manter a integridade.

Abraços
Daniela
São Paulo to Vancouver
http://vidanovaemvancouver.blogspot.com/

said...

Olá!
Eu e minha esposa estamos chegando por aí dia 22/01 e estamos procurando um apt mobiliado ou basement para o primeiro mês. Alguma sugestão? Caso tenham mande para meu e-mail e peço que não publique essa mensagem no blog.

Abraços,

Fábio
fbelorec@yahoo.com.br
http://lequebecnousattend.blogspot.com/

japoone3d said...

Olá Peter e Susy, me desculpe a intromissão. Meu nome é Diogo, estou matriculado na Vancouver Film School, para fazer um curso de animação de um ano, começando em agosto. Vou com a minha esposa, que é quem está mais ansiosa, principalmente pelo fato de não conhecermos ninguém em Vancouver... E já que o assunto é "colônia", somos mais dois candidatos a aumentar esse número, pelo menos durante o tempo que estivermos por aí... Obrigado e até logo!
abraços, Diogo

Natalia said...

Olá Peter,
me chamo Natália e moro em São Paulo. Sou formada em Design de Publicidade pela Escola Panamericana de Arte e Design (um curso de 3 anos) e atualmente estou no 7o semestre de publicidade e propaganda na FAAP. Visitei o país em setembro deste ano e me apaixonei, principalmente por Vancouver. Já morei fora 6 meses na Nova Zelândia (fazendo colegial) e gostaria de repetir a experiência no Canada, trabalhando com design ou publicidade. Será que você poderia me mandar um email (natijambor@hotmail.com) para que eu adicione o seu contato e tirasse umas dúvidas?
Obrigada, Natália

Pedro said...

Olá Peter e Susy,

Eu, minha mulher e meu filho estamos nos finalmentes do processo de imigração, e o nosso destino é Vancouver.

Gostei do que li no seu blog, vocês são pessoas bem pé no chão. Gostaria de saber se posso perturbá-los com alguns e-mails para tirar algumas dúvidas, visto que o meu filho tem um ano e três meses, e a minha maior preocupação é com ele. :)

Um abraço,

Pedro

Peter e Susy said...

Oi, Pedro, sem problemas, será um prazer, pode me escrever, peterchengbr@gmail.com.

Marcio TM said...

ha! assino embaixo! espero q encontrem este meu comentário qdo sairem de baixo do recheio de chocolate do cream puff... LOL!!

abraços e adiciona meu blog aí: http://www.vancouveritas.com

[]'s!
Marcio™, Simone e gangue...